Caracterização de falhas com potencial sismogénico no Vale Inferior do Tejo utilizando dados geofísicos

João Carvalho, Carlos Cancela Pinto, Manuela Costa, Taha Rabeh, Pedro Terrinha, Henrique Duarte, José Borges

Abstract


Lisboa e a região do Vale Inferior do Tejo têm sofrido os efeitos dos sismos históricos que provocaram danos importantes e perda de vidas. Algumas destas fontes sismogénicas são locais e ainda são pouco conhecidas devido à dificuldade em encontrar afloramentos geológicos, juntamente com baixos slip rates e com processos erosivos e de sedimentação que apagam as rupturas superficiais. Portanto, para uma avaliação correcta das fontes seismogénicas em estudos de risco sísmico utilizámos dados de reflexão sísmica recentemente reprocessados e reinterpretados juntamente com dados de métodos potenciais e dados de epicentros relocalizados (Carrilho, 2004). Neste trabalho apresentamos a revisão da interpretação estrutural da área com base em dados sísmicos e um mapa do soco produzido pela modelação magnética, desconvolução de Euler 2D e análise de gradientes. Este mapa do soco, que alarga consideravelmente a cobertura sísmica da área de estudo, mostra nova luz sobre as estruturas profundas da zona do Vale Inferior do Tejo e a sua relação com sismicidade. As informações recolhidas a partir dos parâmetros das falhas neste trabalho irão também ajudar à localização de fontes de sismos históricos utilizando elementos finitos de simulação de strong-motion e comparação com intensidades sísmicas registadas.


Keywords


Vale Inferior do Tejo, risco sísmico, reflexão sísmica, métodos potenciais.

Full Text: PDF

 

 

Hosted and maintained by Método Directo.