Biodisponibilidade do tungsténio em solos de áreas mineiras parageneticamente diferenciadas (Norte de Portugal)

Paulo Favas, João Pratas, Elisa Gomes

Abstract


Neste trabalho comparam-se cinco áreas mineiras do Norte de Portugal parageneticamente diferenciadas no que se refere aos teores biodisponíveis de tungsténio nos solos e os consequentes teores bioacumulados em seis espécies de plantas. Os mecanismos relacionados com a mobilidade e biodisponibilidade deste metal foram explorados mediante a aplicação de técnicas de extracção química sequencial. O tungsténio ocorre essencialmente em formas relativamente imóveis na maioria dos locais estudados, mas nos solos da mina de Tarouca apresenta incrementos significativos na fracção biodisponível.

Keywords


Biodisponibilidade, tungsténio, mina abandonada, solos, plantas

Full Text: PDF

 

 

Hosted and maintained by Método Directo.