Maturação orgânica e palinoestratigrafia da Sondagem RUIVO-1, região imersa da Bacia Algarvia. Implicações para a prospecção de hidrocarbonetos

Marisa Borges, Paulo Fernandes, Bruno Rodrigues, Vasco Matos

Abstract


A sondagem RUIVO-1, localizada na região imersa da Bacia Algarvia, foi estudada com a finalidade de se caracterizar o grau de maturação e conhecer as idades das unidades litológicas com base na bioestratigrafia dos dinoflagelados. O estudo do poder reflector da vitrinite indica que a sucessão do Mesozóico está matura em relação à “janela do petróleo”. Por outro lado, os dinoflagelados evidenciaram a presença de uma espessa sucessão do Caloviano, discordante sobre os depósitos evaporíticos do ?Triásico-Hetangiano. Um dinoflagelado característico do intervalo Toarciano-Aaleniano ocorre reciclado nos sedimentos do Caloviano. Este estudo é um contributo para melhorar o conhecimento da parte imersa da Bacia Algarvia e auxiliar em futuros trabalhos de prospecção de hidrocarbonetos.


Keywords


Bacia Algarvia, RUIVO-1, maturação orgânica, dinoflagelados, hidrocarbonetos

Full Text: PDF

 

 

Hosted and maintained by Método Directo.