Dispersão e contaminação, por elementos metálicos, associadas à escombreira mineira de Terramonte (Castelo de Paiva – Portugal)

António Guerner Dias, Aurélie Rodrigues

Abstract


O hiato na legislação ambiental permitiu, durante vários anos, o abandono de instalações e resíduos mineiros, cujo legado tóxico tem despertado o interesse da comunidade científica. Terramonte foi local de exploração de Pb-Zn-Ag durante a década de 60. Após o encerramento, instalações e resíduos foram abandonados sem qualquer programa de contenção, requalificação e monitorização. O presente trabalho avaliou a dispersão e contaminação de sedimentos e águas superficiais por elementos metálicos, nomeadamente Pb, Zn, As, Cd, Cr e Sb, resultantes da principal escombreira de Terramonte estabelecida no vale da Ribeira da Castanheira. Para tal, realizaram-se amostragens e análises químicas de sedimentos e águas da ribeira, que atravessa a área mineira de Terramonte e desagua no Rio Douro, a montante da barragem de Crestuma-Lever. As elevadas concentrações de Pb-Zn-As nos sedimentos e águas da ribeira evidenciam o grau de contaminação e ilustram um cenário de poluição, favorável à ocorrência de efeitos biológicos adversos.

Keywords


Terramonte, actividade mineira, contaminação geoquímica

Full Text: PDF

 

 

Hosted and maintained by Método Directo.